História

HISTÓRIA DO CANIL CARAMONÃ

Introdução

Este trabalho foi idealizado com a finalidade de proporcionar à comunidade criadora de Fila Brasileiro, algum conhecimento sobre a criação Caramonã, especialmente pelo fato de que esta criação se encontra nas bases de muitos criatórios atuais, alguns de origem recente e outros de origem mais antiga.

A intenção é fornecer informações que consideramos úteis, motivo pelo qual deixaremos para outro momento algumas partes da história do ponto de vista pessoal, da nossa convivência como o Fila e da nossa ligação histórica e emocional com a raça.

Poderíamos falar de diversas linhagens de origens antiqüíssimas com as quais convivemos, mas é nosso entendimento de que não é o caso de romancear este documento, uma vez que tais cães ficaram no passado. O que interessa para a comunidade criadora, é a realidade e o estudo documental da genética.

A criação Caramonã – nome de uma tribo indígena da minha terra natal, teve início com o nosso primeiro Fila, Jaguar, em 1975. Foi resultante de uma cadela que eu ganhara de uma fazenda próximo à cidade de Itambacuri, MG, coberta com um macho oriundo da fazenda do Seu Juca, de Malacacheta, MG, nordeste de Minas Gerais.

Morreu antes de deixar descendentes. Nesta época tomei conhecimento da criação da CAFIB (Comissão de Aprimoramento do Fila Brasileiro) e em seguida acompanhei o episódio da criação do CAFIB ( Clube de Aprimoramento do Fila Brasileiro), movimento nacional ao qual me engajei.

Antonio Carlos Linhares Borges com Jaguar.